2.9.14

no ramo mais alto de um cinzento verão/

fotografia de Andy

4 comentários:

  1. Andy:

    ... glória será sempre glória,
    mesmo que,
    por vezes,
    as intempéries
    não se associem ao momento!

    Grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. verdade Petrus! ainda que os dias se pareçam cinzentos poderá sempre existir uma pequena luz que persiste…

      beijinho grande!

      Eliminar
  2. "Se ides à felicidade, levai sombrinha."
    "Greguerías", Ramón Gómez de la Serna

    beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. deliciosa esta poesia… :-) e como encaixaste aqui perfeito! beijinhos!

      Eliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...