7.4.14

.

Certamente o silêncio das paredes e não conseguir adormecer, escrevo e remexo nas folhas a fervilhar de palavras, dobro-as em quatro, em cinco dedos e uma mão cheia de sal.

6 comentários:

  1. origami de cristal as tuas palavras, querida amiga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. as tuas um abraço,
      beijinhos!

      Eliminar
    2. Andy:

      Em duas linhas, tanto sentimento através de palavras bem temperadas: uma iguaria preparada ao lume!

      Grande beijinho!

      Eliminar
    3. :-) um sorriso pelo tempero das tuas palavras.

      beijinho, querido Petrus!

      Eliminar
  2. O sal pode ser aniquilante, mas acima de tudo é tempero, é equilibrador...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo, altamente equilibrador...

      beijinho grande! :-)

      Eliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...