14.11.12

.



gosto de sentir a noite cair aconchegante sobre o corpo cansado, o escuro embala e deixa falar todo o corpo... imagino a rua deserta de gente e reconforta-me esse vazio. Vejo a sombra do espelho com o candeeiro da rua a refletir um pequeno esboço dessa luz deserta. Já decorei cada passo que avisto da janela por isso mesmo no escuro encontro cada pedaço de horizonte.

4 comentários:

  1. Olá Andy !!

    Como sempre musica fantastica e grandes palavras

    beijinho grande
    Blue

    ResponderEliminar
  2. quantas vezes nos encontramos na noite, no vazio de nós?

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Poucas palavras na criação de um quadro bastante eloquente.
    Andy, sente-se esse reclinar de costas, esse aconchego de sentir as coisas no devido lugar...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  4. Assim comovo-me, pá!

    Se eu escrevesse tão bem como tu escreves, gostava de dizer algo tão lindo como isto, enquanto ouvisse o meu sobrinhote a tocar piano, deliciosamente.

    beijos!

    ResponderEliminar