13.8.12

sombras

não deveriam existir espelhos
como aqueles que reflectem as sombras do cansaço
porque mais do que senti-las esventrarem-me o corpo
dispensava vê-las quebrarem-me o olhar
e todas as expressões possíveis de sorrir.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Miguel, ontem à noite ouvi de novo :(... mas quando retirei a música de fundo (piano), levou aquele som medonho com ela... tenho pena de não poder colocar músicas de fundo parece que trazem com elas algum tipo de incómodos...

      beijinho!

      Eliminar
  2. Entendo-te...ohhh se te entendo.

    Beijos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :-) nada fácil de contornar, esse esmagador cansaço!

      beijinho

      Eliminar

  3. E, no entanto, é o reflexo do cansaço que nos ergue. Porque é a imagem do chão nos nossos olhos que os impele a crescer com o caule das plantas.

    Um grande abraço, Andy. Que o meu abraço possa amparar o teu cansaço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. leio e releio a tua frase, belíssima, mas mais que isso de uma força contagiante.
      obrigada por pelo abraço das tuas palavras!

      Abraço forte, amiga!

      Eliminar
  4. Querida amiga

    Já sei que provoca o aparecimento do arfar do cão. É esse contador de visitas online.
    Fiz várias experiências e só depois de o retirar, o problema ficou resolvido.
    Nada tinha a ver com a música de fundo, afinal.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também suspeitei disso, mas pensei que fosse sobretudo da música de fundo...
      retirei o contador e vou colocar uma música...oxalá! :)
      obrigada, querida amiga, tens sido vital no resolver desta "virose"!

      Eliminar