17.8.12

a rua fica por vezes às escuras, prefiro nem ir à janela nesses dias porque sinto falta dos candeeiros acesos, assim parece-me a rua de ninguém...
uma pequena chuva de verão, nestes dias que passaram, leve e perfumada de um intenso cheiro a terra molhada enchia-me os sentidos de outono. As árvores pareciam mais viçosas e o tapete húmido que se estendia na rua era da cor da solidão, das ruas mais vazias e de vozes recolhidas...

8 comentários:

  1. Há dias em que tudo nos parece assim triste...
    Não há nada a fazer!

    Regressado de férias... deixo aqui o meu beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. apenas sentir... talvez com a certeza que dias de céu azul nos esperam.

      também regresso de férias muito devagarinho!
      beijinho, mfc

      Eliminar
  2. há dias assim que mais parecem noites
    mas também há noites que confundem os dias

    resta esperar

    beijinho e bom regresso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e nessa alternância de sombreados vamos nos encontrando

      :-) beijinho, querida Laura!

      Eliminar
  3. Espero que os teus dias estejam mais luminosos, de um sol aconchegante daquele que nos desenha um sorriso no rosto! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o sol tem esse abraço aconchegante e com um brilho no canto dos lábios...muito obrigada, Flor!

      :) beijinho

      Eliminar

  4. E são tantas as palavras a crescerem-nos nas mãos nesses dias....

    Estás a escrever, tão bem... :-)

    Mil beijinhos, amiga querida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga
      ando numa fase tão pouco amigável com o que escrevo...sei que tenho de fazer as pazes para conseguir continuar.

      um imenso obrigada pela força
      :) outros mil beijos!

      Eliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...