18.3.12

as noites da minha rua

fotografia de Andy 

Hoje a vontade de escrever falou mais alto que o silêncio, faz tempo que não acontece, mas este é um aceno, dizendo que estou viva e talvez o esteja a dizer a mim própria... porque há dias que só um fio de voz se ouve e demora-se num monólogo silencioso em que não há papel que lhe pegue. Uma melancolia que respira alto a cada pulmão, uma solidão de mim, numa saudade de ser... 
Respirei fundo à janela. E aqui fica um pouco da minha rua nesta fotografia. São as janelas quadros vivos para tudo o que a nossa imaginação queira. E haverá sempre uma chama acesa de algo que jamais quero perder, será esse imaginar, sentir e desbravar emoções que aqui e além nos move e paralisa, conforme aquilo que conseguimos ser em cada momento e segundo, do nosso tempo. Se por meio da escrita ou não, desejo que haja sempre um pensamento que voa, pairando nuvens de algodão ou flores perfumadas, e me devolva a sensação de estar viva para as coisas mais simples, como abrir a janela à noite e respirar o fresco que a lua me deixou... É bom sentir a rua calma, na linguagem que só a noite fala. Os candeeiros prolongam-se pela avenida e deixam um rasto de luz até o horizonte que vislumbro da janela. Há uma ou outra pessoa a deambular ao sabor do vento. As árvores estão vestidas de frio. E o céu continua a desenhar rotas de estrelas que não têm fim.

14 comentários:

  1. Ainda bem que voltaste, querida Andy. Eu esperava por ti aqui, e saberia que ias chegar.
    A tua rua, é quase o centro do mundo, tal como a minha cidade é o centro do meu.
    É impossível não amá-las, assim.

    Beijinho

    [fico contente com a tua retoma à escrita]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. são como o ponto de partida e de chegada, o porto seguro e a saudade, o desabrochar e o tempo...o centro das emoções e do mundo, como dizes!
      Obrigada pela tua amizade, querida Laura. é um sorriso que não cabe em mim!

      Beijo enorme

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Miguel,
      eu é que agradeço e muito! :-)

      Beijinho grande
      com a maior alegria de te ver por aqui

      Eliminar
  3. Um texto intimista. Um falar para si que nos atrai, porque é um falar doce, algo entristecido, mas suficientemenete vivo para nos despertar e acordar emoções!
    Sim, é que do lado de cá também se sente... também há ruas assim!
    Um beijo muito grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. as imensas ruas que nos percorrem dando sabor à vida

      mfc, muito obrigada pelas tuas palavras sempre de grande incentivo
      um enorme beijinho!

      Eliminar
  4. Respostas
    1. didium,
      saudades de te ver por aqui :-)
      muito obrigada!
      um imenso beijinho

      Eliminar
  5. Andy,

    Que bonito diálogo,
    o teu,
    com a tua rua:
    as árvores
    os candeeiros e a luz que deles irradia;
    o luar
    e o céu estrelado,
    tudo se conjuga entre si, tão bem como música que toca o coração,
    como um poema!
    Grande momento! Parece que pensado para digna homenagem... no Dia Mundial da Poesia que hoje se comemora!
    Muito grato
    Beijo grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Petrus,
      um dia tão especial para quem se liga afectivamente às palavras...a poesia de todos nós!
      muito obrigada Petrus,
      sempre tão afável, a tua presença.
      um enorme beijinho!

      Eliminar
  6. Cheguei num dia em qua a noite da minha rua também está algo melancólica...vou abrir a janela e seguir a rota das estrelas, fascinam-me...
    Adorei o teu texto.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lilá(s),
      as estrelas sempre inspiradoras a um passo de uma janela! :-)

      um imenso obrigada
      pela tua presença e palavras!
      Beijinhos

      Eliminar
  7. nenhum oceano seca por mais água que dele se perca.
    belo regresso, em tons e traços de vida, obliquados pela melancolia amarela de um começo de noite urbano.

    beijinho, querida amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. belíssima a imagem desse mar, querido amigo!
      obrigada por estares aqui,
      e um enorme beijinho!

      Eliminar