1.1.12

timbre do tempo


as horas crescem sobre o silêncio da casa, ainda não procurei o novo dia pela janela fechada... falei junto aos joelhos, numa voz sumida e perdida no latejar das artérias da vida. Sonhei-a mais sonora, desprendida ao raiar do sol, com o timbre dos dias quentes, nos muros de quando era criança a desflorar pétalas de risos e deslumbramentos a cada sol.
Prolongo o olhar nas paisagens dos dias que passaram e dos que estão para além destes, e resta-me enrolar os calendários esquecidos nas paredes do tempo, e dar tempo ao tempo para que todas as vozes sejam timbres de um novo dia.

.


... o Lua fez na passada noite, 3 anos, agradeço profundamente a todos, o carinho e estímulo, com a certeza de que sem a vossa presença, a lua não teria qualquer brilho. Beijinhos! :-)


Feliz Ano Novo!

12 comentários:

  1. Andy
    Parabéns pelo texto, pelo Aniversário e pelos trabalhos que vem por aí, durante muito tempo.

    ResponderEliminar
  2. Miguel,
    agradeço-te muito as tuas palavras. A tua presença tem sido desde sempre um grande incentivo. Que o muito tempo seja igualmente partilhado por ti :-)!
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. A Andy está de parabéns pelos 3 anos de textos que revelam uma sensibilidade rara e que são um prazer ler.
    Obrigado por tudo.
    E já agora aproveito para te desejar um grande grande ano para ti com tudo de bom.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. O brilho que esta Lua tem, minha amiga, vem da alma que a ilumina.
    E sabes, tudo fica muito mais nítido na compreensão do indízivel, só porque te leio nesta imensa claridade...

    Um beijinho muito grande em cada uma das faces da tua Lua! :-))

    ResponderEliminar
  5. mfc,
    eu é que tenho de agradecer, pela tua presença assídua, e pelas tuas palavras, sempre, e neste caso, tão positivas e incentivadoras, que muito me sensibilizaram.
    outro abraço e um feliz ano! :-)

    ResponderEliminar
  6. Maria João,
    a ternura que tens nas palavras, é algo que nunca esquecerei.
    desde o primeiro momento que a tua escrita e forma de sentir me cativaram, e é sempre um reencontro tão bom ter-te aqui.
    e não sendo apenas "pequenos detalhes" :-)) aqui ficam, muitos beijinhos!
    Feliz ano, amiga!

    ResponderEliminar
  7. "a desflorar pétalas de risos e deslumbramentos a cada sol..."

    Um MÁGICO 2012 a ti querida Andy!!
    O meu, já começou por aqui...
    Lindo texto!

    Bj.

    ResponderEliminar
  8. Márcia,
    muito obrigada! :-)
    sempre muito bom ler-te por aqui!
    Mágico, parece-me muito bem! oxalá! :-)
    Para ti, desejo igualmente um fabuloso ano 2012.
    Beijos, querida Márcia!

    ResponderEliminar
  9. "prolongo o olhar nas paisagens dos dias que passaram e dos que estão para além destes":
    2012
    3 anos
    rostos conhecidos
    rostos novos
    e a vida a sorrir, em tinta, em saliva, em sangue, pois toda a tua escrita reinaugura o ser humano.

    beijinho, parabéns e novos desafios para ti e o lua, querida andy! nós? nós vamos estando por aqui/aí :)

    ResponderEliminar
  10. Jorge,
    2012 e um ano inteiro por estrear...não deixo de sentir aquele friozinho de espectativa, apesar do desafio bom, que é simbolicamente, começar de novo.

    amigo, muito obrigada por teres acompanhado durante este tempo o lua, sabes o quanto me é importante a tua presença nestas viagens da escrita :-)
    beijinho grande!

    ResponderEliminar
  11. Finalmente!!!!
    Consigo comentar no teu blogue!!!
    Muitos Parabéns ao Lua (ainda que atrasados)
    Beijinho
    LauraAlberto

    ResponderEliminar
  12. :-)) obrigada, Laura
    muito a tempo, que bom!!!
    um grande beijinho!

    ResponderEliminar