4.11.11

Teresa Salgueiro



letra: Tiago Torres da Silva
música: Armando Freire
arranjo: Pedro Jóia

8 comentários:

  1. Ela tem uma voz que nos encanta!
    Ouvi-la é sempre esboçar um sorriso.

    ResponderEliminar
  2. A guitarra, Teresa Salgueiro, o local e a letra compõem meu final de tarde desta sexta, e põe-me em estado de graça!
    Eu só posso te agradecer, Andy.

    ResponderEliminar
  3. Oi Andy.

    Acho que o título e letra da canção da Teresa Salgueiro lhe diz muito...

    Saudade vem e vai.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. mfc,
    é mesmo! que voz linda! :-)

    beijinho

    ResponderEliminar
  5. Que bom, Rejane! :-)
    eu é que agradeço!

    bom fim-de-semana
    com um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  6. Olá Miguel!
    pois de facto diz-me muito, e este poema é lindíssimo!

    Beijinho :-)

    ResponderEliminar
  7. depois de madredeus, perdi-lhe o rasto. a voz permanece irrepreensível. há dias, no blogue do paulo cheng, ele pedia 5 vozes imortais. nem pestanejei: teresa salgueiro uma delas.
    um beijinho!

    ResponderEliminar
  8. Jorge,
    sem dúvida alguma, concordo!

    Beijinho, amigo.

    ResponderEliminar