22.2.11


Luz e sol e pintura
sobre o telhado à noite a lua cresce
abro os olhos como um barco pelas ruas
no entanto outonece

Sophia de Lello Breyner Andresen, ilhas

12 comentários:

  1. A eterna e bela Sophia num jeito de Manoel de Barros.
    beijo doce, docinho

    ResponderEliminar
  2. Que escolha maravilhosa! combinam na perfeição.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Em@,
    gosto imenso também :-)!
    Manoel de Barros não conheço, vou procurar.
    Beijo dulcíssimo

    ResponderEliminar
  4. Lilá(s),
    fico tão contente por teres gostado.
    Obg :-)
    beijinho grande!

    ResponderEliminar
  5. Andy

    Para ti, com o maior respeito e admiração que tenho por Sophia, a minha usada réplica...

    Outonece tantas vezes
    Dia e noite, em sinuosa aguarela
    Que a lua se perde do sol
    Enquanto o sol, procura por ela


    Um enorme beijinho

    ResponderEliminar
  6. esta fotografia trouxe me calma!
    Obrigada!
    Beijo
    Laura

    ResponderEliminar
  7. querida amiga,
    parece que os deuses escutaram sophia pela tua boca. e o céu rasgou-se no azul que o fez imenso e mandou, só para nós, o seu filho sol. ah, que saudades!
    beijinho e um óptimo fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  8. Maria João,
    obg querida amiga, está lindo o teu poema :-)

    Abraço!

    ResponderEliminar
  9. Laura,
    obg eu por estares aqui!

    adoro árvores e o cheiro delas
    Beijos!

    ResponderEliminar
  10. Jorge,
    :-) digo igual, tinha tantas saudades desse céu rasgado, até o entardecer estava lindo (o pôr-do-sol)!

    tomara que os deuses me oiçam mais vezes... :-)
    Beijinho amigo!

    ResponderEliminar
  11. sabes as árvores morrem sempre de pé
    abraço

    ResponderEliminar
  12. Laura,
    talvez também por isso, me encantem tanto!
    são poderosas desde a raíz até à folha aparentemente mais frágil...

    abraço grande

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...