15.1.11

carta de um idoso


retirado de um jornal de informação, clicar sobre a imagem para ler mais facilmente,
não será novidade ou surpresa, ainda assim...

13 comentários:

  1. Andy,
    Muito mal andam as sociedades que não sabem cuidar dos seus velhos...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  2. AC,
    é de facto um problema da sociedade, em que as famílias veem-se tantas vezes sem recursos a todos os níveis, para conseguir apoiar os seus idosos.

    Beijinho e obg!

    ResponderEliminar
  3. ...além dos escassos recursos, há também em muitas situações o abandono por parte da familia.

    ResponderEliminar
  4. É triste, mas é a realidade.

    abraços

    ResponderEliminar
  5. É uma realidade que me deixa de coração apertadinho, perdi os meus pais há muito tempo e ainda jovens, sempre pensei no carinho que lhes iria dar quando fossem idosos mas o destino traiu-me...
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Andy são situações tão dolorosas !!

    Custa-me muito ler e ver estas situações, infelizmente é uma grande realidade ...

    Nos dias de hoje a familia não consegue dar o apoio necessario ...a loucura dos nossos dias não o permite o que é muito triste .

    Beijinhos

    Beijinhos

    Blue

    ResponderEliminar
  7. HSLO,
    verdade, infelizmente...
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  8. Lilá(s),
    compreendo muito bem o que sentes, algo parecido sucedeu com a minha avó...
    Abraço!

    ResponderEliminar
  9. Blue,
    de facto custa muito sabê-las, e este é sem dúvida um assunto delicado, que já há uns meses atrás foi de certa forma "discutido" aqui.
    No fundo, a esperança de vida aumentou, devido ao avanço da medicina. E a sociedade não estava e não está preparada para acolher e cuidar dos idosos em grande número, e que são um grupo etário frágil, necessitando de tantos cuidados. Por outro lado, a estrutura familiar mudou face às necessidades, todos trabalham e todos estão ausentes, deixando de existir a figura cuidadora em casa, substituida pela partilha de papeis. E como em tudo há coisas boas e menos boas. Como dizias e bem, "a loucura dos nossos dias", não é uma desculpa é também uma dura realidade, em que as pessoas vivem muito preocupadas e voltadas para os seus problemas por vezes complexos. É certo que muitas famílias também os abandonam, mas a verdade é que até elas precisam de ajuda e de recursos para conseguir apoiá-los.

    Beijinhos Blue!

    ResponderEliminar
  10. Andy

    É como dizes, esta é uma realidade terrivelmente dolorosa e terá de ser compreendida à luz das grandes transformações demográficas e sociais. Algo tem de ser feito, urgentemente, sob pena de estarmos a desumanizar um periodo importante da vida, aquele que por conter a sabedoria de uma vida inteira merece, por direito próprio ser vivida com toda a dignidade.
    Nós, jamais seremos verdadeiramente humanos, se tratarmos os nossos velhos com menos atenção, respeito e cuidado do que aquele que damos ao lixo quando o separamos para reciclar.
    Mas achamos de nós, a evolução mais extraordinária de qualquer espécie animal...

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  11. Maria João,
    verdade! e urgente é de facto a palavra que mais me ocorre porque já vai sendo tarde...

    Grande beijinho, amiga!

    ResponderEliminar
  12. o provérbio "cuspir na mão que nos dá de comer" encaixa que nem uma luva nesta denúncia. quem seremos nós se não valorizarmos aqueles que nos moldaram?
    um beijinho, amiga!

    ResponderEliminar
  13. Jorge,
    sem dúvida.
    Há coisas que nos escapam, esta é uma delas, não se encontra explicação...a não ser que essas pessoas que abandonam, não estejam bem. E sim desenraizadas e perdidas do essencial.

    Beijinho amigo!

    ResponderEliminar