27.12.10

frio

todo o dia caminhei contra o frio, virei costas, soltei suspiros, mudei de rota, mas fui sempre surpreendida, também por aquele frio que se aloja no peito e contamina as horas e segundos e nem o sol se põe e nem o frio se esconde, às vezes não há nada a fazer...
“eu sei todos os caminhos”, alguém passou e disse. Pensei, talvez haja sempre um caminho que nos surpreenda de tão desconhecido, e não sei aliás, se gostaria de os conhecer todos. Não sei o que mais temo, se me sentir perdida ou sentir que não haverá rua alguma que desconheça.
Todo o dia sempre que me apoiei, senti aquela dor no punho, persistente dor que moi até aos cantos do corpo. Não há nada que mais estime como o silêncio do corpo. Nem todos os dias são silêncio, e nem sempre o corpo se rende. O corpo fala por nós, se não o dissermos.
Visto o casaco até ao frio que sinto, guardo as mãos nos bolsos, mas nem algodão nem lã, apenas o frio...

8 comentários:

  1. Passando pra te desejar uma ótima semana.

    abraços

    ResponderEliminar
  2. Obg! desejando o mesmo para ti.
    Abraço HSLO

    ResponderEliminar
  3. Andy

    É a surpresa do que vem que aquece, que afugenta o frio, na certeza de que continuamos a caminhar. Não, não sabemos se a invernia se manterá ou se pelo contrário, o sol vem irradiar a nossa vida mas, o melhor de tudo é sentir nos passos nus, a textura da terra, centimetro a centimetro e saber, que o que pisamos nos percorre todo o corpo até se aninhar na alma.
    Se porventura, em qualquer momento, tivermos frio, há sempre uma manta quente feita de esperança, bem perto de nós. Aquela que sempre aquece um coração gelado.

    Um beijinho de lã, desta tua amiga

    ResponderEliminar
  4. Como eu entendo o teu post...
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  5. Maria João,
    tão belo o que escreves.
    que haja sempre uma manta de esperança perto de nós.
    :-) Beijinho amiga!

    ResponderEliminar
  6. Lilá(s),
    obg p'lo teu sentir.
    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  7. um dia alguém escreveu que é bom ter frio, é sinal que estamos vivos!
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. verdade Laura!
    mas é tentador, pensar ter a hipótese de não sentir...mas também impossível.
    Beijo grande

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...