25.10.10

viagem

Foi feita uma técnica de imaginação guiada, com voz e música como pano de fundo numa viagem por uma floresta, em resgate de um livro com o nosso poema lá dentro... posteriormente ao momento de relaxamento e visualização, tentar passar para o papel em 15 minutos as sensações vividas e por fim pintar algumas imagens flash visualizadas.
o resultado possível foi este...

as folhas caídas
soltas emaranhadas a meus pés
castanhas
amarelas
a terra molhada e o perfume tão cheio
o som das folhas pisadas
e como me sinto tão bem
querer perdurar um momento
um pequeno símbolo
uma flor
árvores vazias de ninhos
porque ouvia o silêncio
quis sentir a porta
mas parecia de ferro negro e frio
toquei levemente
imaginei luz
mas vi o tom escuro
a toldar os livros
só tomaram forma
porque os senti na minha mão.

3 comentários:

  1. Eu já fiz experiências destas, sei o que é e como nos sentimos no durante e no depois.
    ganhamos sempre quando nos conhecemos melhor.Esta técnica de imaginação guiada é idêntica à utilizada em regressões induzidas sem recurso à hipnose ou drogas.
    e nós lá vamos ao encontro das nossas memórias genéticas...
    beijo

    ResponderEliminar
  2. para o próximo, avisa-me, que eu vou contigo, :)))
    se quiseres é claro.
    bjinho

    ResponderEliminar
  3. Em@, sim esta técnica é utilizada nas mais variadas situações, ex. dor crónica, doença oncológica, ansiedade, etc.
    são várias as descobertas quando nos damos a possibilidade de vivenciar e entregar ao momento.

    claro que sim Em@ :-)
    beijinho

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...