30.10.10



"... Escondia-me nas árvores e esperava que amanhecesse. O surdo voo das aves noctívagas atordoava-me, roçava-me na pele, e eu caía num torpor que só com o despontar da alba se desvanecia..."

Al Berto
Lunário

12 comentários:

  1. amiga,
    que post, este... nesta manhã em tons de cinza, com as lâminas de chuva a descoserem os ossos, espreito por cima do ombro e... não encontro as árvores... melhor assim, nenhum ser noctívago pode sequer chegar junto de mim. valha-me a chuva.
    um beijinho!
    p.s. belíssima música nos embala aqui, neste teu/nosso santuário de emoções (hoje melancolicamente irresistíveis) fortes. (de quem é?)

    ResponderEliminar
  2. Um post a condizer com o cinzento do dia, lindo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. a chuva, verdadeiras lãminas, sem dúvida!

    a música é de Sade, muito conhecida com o seu "smoothe operator" de 1992, agora lançou este albúm, "Soldier of Love" a meu ver muito bem conseguido.
    Obg amigo, as tuas palavras sempre sendo um grande reforço positivo
    Obg e beijinho!

    ResponderEliminar
  4. Lilá(s),
    tão cinzento, até me custa olhar pela janela...
    Obg!
    Grande beijinho

    ResponderEliminar
  5. pois, é verdade: sade. a voz, na verdade, é inconfundível... que dahhhhhh eu sou :)
    beijinho!

    ResponderEliminar
  6. Andy

    As árvores,são ramos, tronco e raiz onde nos abrigamos. São o ascendente que nos fortalece quando o presente não é mais do que uma escuridão tenebrosa de noite que nos impede de voar. E esperamos, porque há sempre um sol que virá ao encontro dos nossos olhos para nos despertar e sacudir a bruma das nossas asas.

    Um enorme e apertado abraço

    ResponderEliminar
  7. Jorge,
    na verdade, é um registo em pouco diferente dos seus trabalhos anteriores, daí não ser tão evidente assim... :-))

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  8. Maria João,
    as árvores são realmente uma imagem de fortaleza e segurança. Adoro-as.

    abraço grande amiga!

    ResponderEliminar
  9. Olá Andyzinha,conheci al-berto num programa da tv,sobre a sua obra.Adorei.Linda foto tb!

    beijinhos!!
    ps:Quanto ao blog sons de um coração tem um mail,ainda no perfil...talvez consigam entrar em contacto.

    ResponderEliminar
  10. Olá Pattie!
    Al Berto tem uma obra sem dúvida belíssima, tanto em poesia, como em prosa, neste caso o livro "Lunário" de onde extraí esta frase.
    Obg e grande beijinho!

    P.S. obg pela nota relativamente ao "sons do coração", tive tanta pena que tivesse acabado...vou verificar então o mail :-)

    ResponderEliminar
  11. Andy,
    Tiveste muita sensibilidade na escolha deste belo naco de prosa poética. Lê-se quase a pairar...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  12. AC,
    gostei da tua expressão "belo naco de prosa poética" :-)))
    e concordo inteiramente :-)
    Beijinho!

    ResponderEliminar