11.8.10


31 graus à sombra da noite, candeeiros quentes, nas ruas que o sol deixou à lua...
ruas a rebentar de calor cafés cheios
cheiro a café amargo ombros despidos
conversas como frutos frescos no canto dos lábios
a sangrar tempestades e a adormecer doces no calor da noite.

6 comentários:

  1. a noite que cai sobre a cidade... esta sensação irreprimível de calor, irrespirabilidade, sufoco... a sangrar tempestades. imagem perfeita!
    um beijinho!

    ResponderEliminar
  2. 2 graus negativos quando a poesia não é compreendida...
    25 graus positivos quando é apreciada...
    40 quando é compartilhada!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. que o calor traga a todos nós, doces bonanças!
    beijinho amigo

    ResponderEliminar
  4. Priscila,
    obg pelo calor da tua partilha!
    beijinhos :-)

    ResponderEliminar
  5. Bela legenda para uma bela imagem, ou bela imagem para uma bela legenda... incêndios!

    ResponderEliminar
  6. A imagem incendiou a legenda :-)
    Obg Miguel
    beijinho!

    ResponderEliminar