7.6.10

mar

imagem retirada da internet
.
Hoje desejei tanto da janela avistar o mar, precisava do azul água imenso, de tão imenso que o olhar termina no horizonte e depois só fica o céu a nos ouvir... e como num abraço de maresia me reconfortaria quando os meus braços descansassem no parapeito da janela e as minhas mãos colhessem a sensação de molhos de algas a me retemperar as forças.
Na impossibilidade, esqueci a rua repleta de movimento e inspirei o aroma que o vento trouxe nesta tarde em que a calma não teve morada.

4 comentários:

  1. nas asas da brisa, certamente que o aroma leve da maresia. abre os pulmões e deixa o mar entrar na tua corrente marinha!
    um beijinho e uma óptima semana, querida amiga!

    ResponderEliminar
  2. Jorge,
    óptima semana com cheiro a maresia!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Fantásticas estas tuas palavras com cheirinho a maresia :)

    Deixo um beiinho*

    ResponderEliminar
  4. Beijinho Anita.
    Obg pelas tuas doces palavras.

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...