23.5.10

cheiro de verão


- a noite não adormeceu lá fora, nem me adormeceu... e já se vislumbra a cor parda do dia a nascer.
O calor entra pelas janelas da casa que entreabertas trazem o cheiro do verão sobre todas as coisas, as vozes que chegam da rua, os candeeiros que testemunharam o fervilhar da noite, o respirar da casa, o silêncio...
Há um doce fresco que só as noites de verão têm... o perfume das flores, searas e árvores que derramam o néctar ao sol quente.

3 comentários:

  1. este teu verão tem forma, tem aroma, tem densidade... é o estio desprendido do casaco que o envolvia e a que chamamos "palavra".
    um beijinho!

    ResponderEliminar
  2. Andy,
    que bonito!
    gosto da maneira sensível como (d)escreves o dia-a-dia.já te disse isto uma vez..
    ...
    por aqui arrefeceu e muito! e hoje esteve de nuvens. daqui a pouco posto.
    beijo no teu <3

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelo teu colorir daquilo que por vezes nem reparamos!
    Beijos
    Laura

    ResponderEliminar