23.4.10

traços em flecha

.
traços soltos no papel
dos dedos magros nascem
nas flores das águas paradas se agitam
no ardor da mão fechada
se desprendem em grito
flecha veloz
desmancha as palavras
que moram no vento...

5 comentários:

  1. Adorei este teu post, principalmente o teu desenho :)

    ResponderEliminar
  2. Tão certeira esta flecha! Tão certeira a palavra! Tão certeiro o traço!
    Beijinho, Amiga!

    ResponderEliminar
  3. O vento e a flecha são sempre muito certeiros!
    Adorei o desenho e o poema!
    Beijo
    Laura

    ResponderEliminar
  4. A vossa presença é sempre uma flecha de oxigénio.
    Bjinho a Todos!
    P.S. Laura, é bom ler-te aqui.

    ResponderEliminar
  5. Bonito!
    ...
    flecha veloz
    desmancha as palavras
    que moram no vento...

    beijo

    ResponderEliminar