25.4.10

siesta

Todas as noites de sábado são bafejadas com os sons mexicanos que chegam timidamente do restaurante Siesta aqui mesmo em baixo nas arcadas... ainda que ao longe, sente-se perfeitamente o ritmo abafado por paredes.
As cores terra e laranja do Siesta apelam à alegria, ao quente e desgarrado sol, à comida picante e às margueritas com sal onde os lábios tocam o início do elegante copo. Os chapéus de aba larga e as capas multicolores enfeitam os cantores de longos cabelos pretos e pele morena que vivem de sol.
Ai é bom ouvi-los mesmo não estando lá... e não tivesse eu uma gata particularmente stressada a morar na minha varanda, sentar-me-ia por momentos no cadeirão a desfrutar do som, com o luar a beijar as mãos, imaginando-me num ambiente mexicano, a esfumaçar tabaco se fumasse e a dançar de saia comprida e descalça se lhes soubesse os passos...
A música parou... a noite adormeceu as paredes e as crianças, e os meus pensamentos querem o abrigo do silêncio do quarto...
Uma marguerita sem sal, por favor!

3 comentários:

  1. ahahahah adoro o méxico! adoro margueritas, comida mexicana, picante até ter os lábios a arder. adoro saias compridas , andar descalça e tudo o mais. sabias que só uso saias compridas??? ou não em imaginavas assim ???? ehehehe

    bonito o teu post.

    ResponderEliminar
  2. também adoro o ambiente "caliente" e tudo! :)
    por acaso também não imaginava Em@ ehehe...mas agora que dizes, imagino que devem te assentar como uma luva! :)
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  3. Tudo adormeceu... apenas os pensamentos insistem em sobrevoar a cidade...
    Quente! Com sol! A cheirar às noites longas e secas de Verão!
    Beijinho, Andy!

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...