29.4.10

vento

.
Selvagem é o vento quando nas filadeiras mais estreitas dos campos nus se enfurece... assobio de rouca voz, voa no tempo e como num sopro traz-me a brisa que pressentiste quando o ar se respirava leve e doce.

1 comentário:

  1. é justamente quando se desprende das amarras e se torna selvagem que mais procuro o vento; a sua rebeldia, beijando-me o rosto, enche-me de coragem.

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...