13.1.10

.

"Sinfonia Azul"
Autor: António Carneiro (1872-1930)

Sem comentários:

Enviar um comentário

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...