8.12.09

Muse

4 comentários:

  1. Muse... Oh... Sobre eles, apenas isto:
    "ouvir Bliss, Absolution ou Black Holes & Revelations consegue, ainda hoje, trazer para dentro de mim o calor seco da Galé, a brisa fresca da Praia Norte, a relva húmida de Coura ou mesmo a pacatez sonhada de um Alentejo com as pernas mergulhadas no mar... Simplesmente, porque... a música e os momentos da vida sorriem, primeiro; baixam os olhos timidamente, num rubor pudico que abraça o sol, no final da tarde ou no romper da manhã, depois; para logo se transformarem em pele viva que rasga os poros sob a forma líquida, aquiescendo ao desejo de ser apenas pele, sem adjectivos; e no enlace sensorial, a música e a vida (con)fundem-se, tornando-se um só corpo e alma: a do Homem; a daquele que transforma e se transforma na e pela música, encontrando, assim, forças para dizer aos deuses que estavam enganados quando desenharam a bola de cristal, esse instrumento de mal que define vontades, desejos, destinos... sem que fôssemos ouvidos.
    Obrigado, música! Obrigado, Muse!"

    ResponderEliminar