5.10.09

Clair de lune

4 comentários:

  1. À semelhança de um desafio lançado neste blog em Março último, proponho aos meus blogfriends a reedição dos "Acorrentados" à leitura. Porque passaram meses e muitos livros foram/estão a ser lidos, proponho uma partilha, em jeito de corrente circular, de um detalhe da leitura que estamos a fazer, no momento, e de modo alietório. Desta vez, a ideia é publicar o que a leitura presente oferece na página 79, linha 18.
    Tenho andado a ler a poesia de Ademar dos Santos e o romance "As Velas Ardem até ao Fim", do húngaro Sándor Márai. Eis o que me oferece o livro na página e na linha mencionadas:
    "Fui-me embora inesperadamente, sem dizer adeus. Sabias e sentias certamente que não podia fazer outra coisa, tinha que ser assim." (Nota: para que a frase fizesse sentido, entrei na linha 19).

    Beijo!

    ResponderEliminar
  2. Eu estou a ler "a minha palavra favorita",testemunho de vários escritores, edição de Jorge Reis-Sá.
    Na página 79,só existem 8 linhas...
    A palavra favorita escolhida por Carlos Costa, que se alonga até à página 79 foi "Carvalhelhos".
    Ficará para a próxima leitura.

    ResponderEliminar
  3. ...Às vezes uma intensa alucinação
    Em que viajas pelo meu eu
    Às vezes o mundo fica em espera
    Da união do mar com o céu

    Onde param os teus anseios
    Onde encontras a sublime calma
    Nestes dias de dura tormenta
    Onde aqueces a tua alma?

    Voa comigo...


    Mágico beijo

    ResponderEliminar