10.9.09

No meu céu ...


Os céus cinzentos
Fazem-me aconchegar
No calor dos corações
E pintar a saudade das estrelas

Os céus cinzentos
Fazem-me procurar a musa dos céus
E espelhar-me na sua candura

Os céus cinzentos
Fazem-me volver as marés
E escrever na areia molhada

Os céus que fazem cantar
A voz mais sombria
Onde apenas a luz atrevida
Se solta em plena noite a sussurrar

4 comentários:

  1. Adoro o nevoeiro que está hoje...por esta hora onde moro...lindo!

    Kisses andy!

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema...arrasooooo.


    abraço

    Hugo

    ResponderEliminar
  3. ESTÁ LINDO O POEMA.

    Há dias de Sol e há dias de céu cinzento…
    Sabermos encontrar nesses dias cinzentos motivos para continuar em busca da luz é o segredo da Felicidade.
    Gosto do seu blog.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  4. Na subtileza do sussurro (mais que do canto)está, tantas vezes, o segredo de um firmamento que, com ou sem estrelas, cinzento ou estrebuchando de sol, só o Poeta sabe procurar... nem sempre consegue alcançar...

    Beijinho!

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...