10.7.09

Céu estrelado


O olhar solta-se
Desprendido e em fuga...
E enquanto o corpo
Se prende à terra húmida
Daqueles campos verdes
As estrelas cintilam
Fascinanates
Calmas
Acompanhando o silêncio
Da imensidade
E quanto mais alto
O céu se eleva
Mais o corpo se prende
Se deleita
Se mistura com o solo
Com o cheiro da terra molhada
Com o céu
De onde o olhar ficou
E as mãos se fecham em concha
Guardando o sabor da terra
Enchendo o coração de estrelas
Que traçam as mesmas constelações
Num céu estrelado...


1 comentário:

  1. lindo...segui as palavras e senti o momento...mágico...adorei!

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...