26.7.09

Bel far niente

“Bel far niente” que significa - a beleza de não fazer nada.
Esta doce expressão referida por Elizabeth Gilbert em “comer, orar, amar”, quando também fala da sua paixão pela língua italiana como sendo uma língua mágica...
Nem sempre damos o devido valor ao “não fazer nada”, na verdade tenho uma lembrança fugaz de já em criança dar importância a esse desprendimento de nós, esse estar e apenas saborear sem empenho ou cansaço físico um momento.
Mas é com o passar dos anos que cada vez mais acho esta expressão com uma beleza única mas acima de tudo como uma necessidade absoluta.
“Bel far niente”...
Há sempre qualquer coisa para arrumar, tratar, cuidar, ...uma infinidade de situações, pessoas e acontecimentos. E a possibilidade de nem um músculo mexer é rara ou inexistente.
Lembro-me em miúda de estar com a minha avó nas tardes de verão e não perdia aquele momento por nada deste mundo...
Deitava-me numa manta que ela estendia no quintal...sentava-se perto de mim num pequeno banco de madeira enquanto bordava os traços das imagens já decalcadas para o pano e ouvia as novelas que passavam na rádio sempre àquela mesma hora.
E a minha visão alternava entre as folhas das árvores que sobre mim esvoaçavam ao vento e as expressões da minha avó deliciando-se com as vozes da rádio.
Nem ela sabia o quanto aquele momento significava para mim...

2 comentários:

  1. Coisas que se deviam preservar com amor. Os momentos só para nós...

    ResponderEliminar
  2. eu acho que ela sabia,e ainda deve saber..
    beijos

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...