6.2.09


«Quem canta seus males espanta», assim diz o verdadeiro e tão conhecido provérbio...
de facto, cantar é uma forma de nos libertarmos, de comunicar, de deixar fluir o pensamento, ...
A voz que embala, emociona ou arrepia ... a voz que ganha melodia e que entoamos afinada ou desafinadamente faz-nos sentir realmente bem.
Myron McClellan, uma compositora a especializar-se no poder curativo pelo som, diz que «cantar faz parte do sistema digestivo emocional do corpo». Digamos então que, o canto é uma forma de som curativo.
Até em grupo, cantar é uma forma de partilhar momentos únicos... quem não recorda com saudade situações de juntarmos vozes em tardes de Verão, vozes que contam histórias e que partilham olhares de cumplicidade... Famílias que se juntam á volta da lareira e numa partilha de sentimentos evocam as suas vozes, assim como Hinos que cantados numa só voz ganham a força de uma nação e nos transportam para algo superior.
Anne Wilson Schaef diz ainda que os sons são como agulhas que penetram o corpo, eliminando toxinas e resíduos antigos. Nas artes marciais verifica-se também a emissão de sons libertadores, com resultados significativos de profundas curas em conjunto com movimentos e expressões corporais.
Por tudo isto continuemos a cantar e a encantar com as nossas vozes reveladoras de expressividade e necessidade de se fazerem ouvir ...

4 comentários:

  1. Cantar tb faz afastar os maus espiritos, ao menos como eu canto afasto tudo e todos.lol

    ResponderEliminar
  2. Há quem não tenha muita voz para cantar...*

    lol

    beijito*(=

    ResponderEliminar
  3. há quem cante e encante e quem encante sem cantar...

    ResponderEliminar