27.2.09


"...amar é ver mais longe. Mais longe até do que se avista quando se enxerga o coração do planalto de um abraço. Saudar os sonhos com a inocência de quem procura neles um trilho especial. E perceber que tudo o que se sonha é pouco mais que nada ao pé das relações que iluminam a alma e que incendeiam a paixão."
Eduardo Sá

2 comentários:

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...