29.1.09

O toque



Desde que nascemos e na maioria dos casos, somos acarinhados e protegidos…e possivelmente não é por acaso que temos aquele aspecto frágil, inocente, e lindo que têm todos os bebés.
Será exactamente uma forma de cativar os nossos cuidadores a nos tocar, abraçar, e proteger de todo o mal?
Com o tempo vamos crescendo e o toque começa a ser algo esquecido mas não desnecessário.
Na realidade, penso e sinto que somos seres ávidos de afecto e sedentos de amor.
Nos dias que correm e nesta agitação diária pouca ou nenhuma atenção damos ao outro.
A forma verbal é talvez a mais utilizada para comunicarmos e interagirmos com o outro.
Muitas vezes desatentos à comunicação não verbal em que um olhar, uma expressão ou até mesmo a postura corporal nos poderiam transmitir alguma mensagem…quanto mais não fosse a necessidade do toque.
Quantas vezes o aconchego ao segurar a mão de alguém marcou toda a diferença em situações de grande ansiedade...
Quantas vezes um abraço ficou gravado na nossa memória que quase poderíamos descrever a sensação que tivemos, o calor e a paz que esse momento nos proporcionou.
E regredindo no tempo, quanta segurança sentimos enquanto no colo dos nossos pais…e nos reportamos a isso como forma de reviver esse aconchego e protecção.
Obviamente não fará sentido andarmos freneticamente a nos abraçarmos como se nada fosse, nem venho com esse propósito aqui escrever sobre isto, mas acredito que se tivéssemos em conta essa necessidade Humana, seríamos pessoas mais equilibradas no que diz respeito à nossa estrutura emocional.

3 comentários:

  1. Como eu costumo dizer, um abraço é um beijo com o corpo todo...
    Um abraço tal como dizes do dar a mão, pode fazer toda a diferença. Nós, povos do sul da Europa sempre tivemos a tradição do abraço, do beijo, do manifestar sentimento. Será a perda desses valores que fazem toda a diferença mais um sinal da globalização dominante da cultura nórdica e anglo-saxónica?

    Eu, por mim, abraçava-te mesmo agora :)

    ResponderEliminar
  2. Desse mal não sofro! Eu toco, abraço,sorrio, dou beijinhos, faço festas!!!! Sinto as pessoas de quem gosto. E adoro!!!!!

    ResponderEliminar

neblina

o rasto de fumo apagava-se na porta entreaberta e ficava o silêncio da noite e uma ou outra palavra por dizer. O cheiro do cigarro apagado e...